RIBEIRÃO DO PINHAL, sábado, 21 de setembro de 2019
Oportunidades com o bicho da seda
Na sexta-feira (31/05) a empresa de fiação de seda Bratac, com apoio da Prefeitura e equipe da Emater, promoveram para produtores locais uma apresentação das possibilidades de criar novas fontes de renda com a criação do Bicho da Seda. A palestra foi ministrada pelo supervisor Celso Urbano Filho que explanou sobre o desenvolvimento da empresa no ramo da fiação de seda e sua representação nos mercados nacional e internacional. Falou também sobre as necessidades para aderir a produção do bicho da seda e os possíveis rendimentos.

Segundo a descrição no site da empresa a Bratac é uma empresa 100% brasileira, atuando a mais de 70 anos no segmento de fiação de seda natural, é uma das empresas que mais investe em pesquisas. Para cumprir sua missão, a BRATAC busca o aperfeiçoamento contínuo da empresa, através da soma dos esforços de cada um, participando ativamente de todas as etapas da criação do bicho da seda (Bombyx mori) e depois, dentro de seu complexo industrial, cuidando de todos os detalhes que garantem a melhor qualidade do fio.

O chefe de gabinete Eneucino Iel que intermediou a vinda da empresa acredita que é uma boa oportunidade para os produtores. "Nós conhecemos a empresa BRATAC em uma visita técnica, junto com o pessoal da Emater, na Exposição de Londrina, e conversamos com eles para virem apresentar essa opção do bicho da seda para nossos produtores, totalmente sem compromisso. Como uma forma de melhorar os rendimentos no campo com algo diferente, mas com apoio de uma empresa grande e bem estruturada, que exporta até para a França", afirmou Iel.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Emater, Paulo Cesar Dal Piccolo, a produção do bicho da seda pode ser uma oportunidade para o produtor diversificar a produção. "É importante que os produtores agrícolas, principalmente os pequenos, não fiquem presos em uma única cultura, tenham outras alternativas na propriedade porque caso aconteçam imprevistos em uma produção ele terá outras fontes de renda. O bicho da seda pode ser uma alternativa que pode inclusive estimular os jovens a permanecerem na zona rural", explicou Dal Piccolo.

Além dos produtores da agricultura familiar de Ribeirão do Pinhal e Abatiá, também prestigiaram o evento o agente de apoio a sericultura da Bratac, Celso Urbano, o técnico agropecuário da Emater, Maurício Antonio de Paiva, o engenheiro agrônomo da Emater de Abatiá, Ediney Paulo Carrijo.

_____________

Assessoria de comunicação

(03/06/2019)

DADOS DA PREFEITURA
76.968.064/0001-42
MUNICIPIO DE RIBEIRAO DO PINHAL
ENDEREÇO
Endereço: Rua Paraná, 983 - Centro- RIBEIRÃO DO PINHAL/PR
HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Manhã: 08:00 as 11:30

Tarde:13:00 as 17:00

E-MAIL/TELEFONE
administracao@ribeiraodopinhal.pr.gov.br
(43)3551-8300